Tamanho do texto

Edição da revista Veja traz retrato da ex-primeira-dama com a chamada "A Morte Dupla"; Dilma Rousseff diz que publicação "fere memória" de Marisa

Ex-primeira-dama teve a morte confirmada no início de fevereiro; ela estava internada após sofrer um AVC
Divulgação/Facebook/Lula
Ex-primeira-dama teve a morte confirmada no início de fevereiro; ela estava internada após sofrer um AVC

A capa da edição desta semana da revista Veja  provocou reações imediatas de revolta na internet e até mesmo a ex-presidente Dilma Rousseff expressou indignação. Isso devido ao uso da imagem de dona Marisa, ex-mulher de Lula falecida em fevereiro, acompanhada da chamada "A morte dupla".

A chamada da revista faz menção ao depoimento prestado na última quarta-feira (10) pelo ex-presidente , no qual Lula credita à sua ex-mulher parte dos fatos relacionados à negociação de compra e reforma de um tríplex no Guarujá – pivô da ação penal na qual o petista é réu. Ainda que esteja relacionada ao principal fato da política nacional na semana, a opção editorial da revista em se valer da imagem de Dona Marisa não foi bem aceita por grande parte dos internautas.

Capa da Veja traz foto de Dona Marisa Letícia
Divulgação/VEJA
Capa da Veja traz foto de Dona Marisa Letícia

Em nota, a ex-presidente Dilma Rousseff disse que a revista "ataca covardemente a memória de Marisa", citada pela petista como "uma das mais queridas figuras da história recente de nosso País".

"Não foi suficiente a devassa sofrida em seu lar, vasculhado por policiais, na vida privada invadida, na pressão sobre filhos e netos. Não bastaram os grampos injustificados e as acusações sem provas que corroeram sua saúde. A revista Veja desta semana julga ser necessário ferir sua memória, atingindo tudo o que ela mais amou", escreve Dilma.

"Essa campanha perversa e sórdida de destruição da imagem do ex-presidente Lula usa do que há de pior no jornalismo para levantar as mais perversas calúnias e falsidades. O Brasil não merece esse jornalismo desqualificado e grotesco. Se não a respeitaram em vida que a respeitem depois de morta", concluiu a ex-presidente em sua nota de desabafo.

Leia também: Dilma Rousseff diz que depoimento de delatores é "fantasioso"

"Cherchez la femme"

Nas redes sociais, o perfil da revista no Facebook concentrou uma série de críticas à Veja, acusada de desrespeitar o luto dos familiares de Marisa Letícia e a memória da ex-primeira-dama.

"Não há qualquer necessidade de expor uma pessoa que já faleceu. Respeitem a dignidade humana! Respeitem o direito à personalidade!", escreveu o usuário Sergio Magalhães na publicação em que a capa da nova edição da revista foi divulgada.

Leia também: Palocci afasta advogado e deve fazer acordo de delação premiada na Lava Jato

Além da capa propriamente dita, o perfil da publicação também escreveu a frase em francês "Cherchez la femme" ao divulgar sua nova edição no Facebook.

A expressão que, em tradução livre, significa "Procure a mulher", faz referência a livro de Alexandre Dumas, no qual o romancista escreve:

"Há sempre uma mulher envolvida em todos os casos. Assim que me trazem um relatório, digo logo: 'Procurem a mulher'" .

Apesar dos ataques à Veja, a revista não foi a única a mirar na ex-primeira-dama ao comentar o depoimento de Lula ao juiz federal Sérgio Moro. O termo " Foi a Dona Marisa", inclusive, chegou a ser um dos tópicos mais comentados do Twitter , que concentrou diversas piadas sobre a audiência de Lula.

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.