Tamanho do texto

Ex-presidente da maior construtora do País ficará frente a frente com o juiz às 14h, em Curitiba; Odebrecht, Palocci e mais 13 são réus no processo

Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Marcelo Odebrecht será escoltado para prestar depoimento
Agência Brasil
Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Marcelo Odebrecht será escoltado para prestar depoimento

O ex-presidente e herdeiro da maior construtora do País, Marcelo Odebrecht, presta depoimento nesta segunda-feira (10) ao juiz Sérgio Moro. A audiência será realizada na sede da Justiça Federal em Curitiba a partir das 14h, no âmbito da ação penal da Operação Lava Jato  na qual o empreiteiro e mais 13 pessoas são réus acusados de corrupção e lavagem de dinheiro.

Além de Marcelo Odebrecht , também ficará frente a frente com o juiz Sérgio Moro o ex-executivo da empreiteira Rogério Santos de Araújo.

Os dois são acusados pela força-tarefa de procuradores da Lava Jato  de participar de esquema que pagava propina ao Partido dos Trabalhadores por meio do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que também é réu neste processo.

O ról de acusados nesta ação penal inclui ainda o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura e o ex-diretor da Petrobras Renato Duque. A lista é completada por Branislav Kontic, ex-assessor de Palocci; Eduardo Musa; Fernando Migliaccio; Hilberto Mascarenhas Filho; João Carlos Ferraz; Luiz Eduardo da Rocha Soares; Marcelo Rodrigues e Olívio Rodrigues Júnior.

De acordo com a denúncia do MPF, apresentada à Justiça em novembro do ano passado, a força-tarefa da Lava Jato identificou que, entre 2006 e 2015, Palocci montou um esquema de corrupção envolvendo a empreiteira Odebrecht. O ex-ministro teria agido para garantir os interesses da construtora junto ao governo federal.

A denúncia sustenta que, em troca da articulação no âmbito do primeiro escalão do governo, Palocci cobrava propina da empresa. O dinheiro ilegal, conforme a acusação, era destinado “majoritariamente” ao PT. 

Leia também: Maia rebate bispos e diz que reforma da Previdência vai "acabar com privilégios"

Depoimentos

Além dos depoimentos que serão prestados nesta segunda-feira, o juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba também já agendou mais oito audiências da mesma ação penal.

Serão ouvidos na próxima segunda-feira (17) João Vaccari, Renato Duque, Olivio Rodigues Jr e Marcelo Rodrigues. No dia seguinte (18), os publicitários João Santana e Mônica Moura devem prestar depoimento. Já Branislav Kontic e o ex-ministro Antonio Palocci têm audiências marcadas para o dia 20 de abril.

Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Marcelo Odebrecht será escoltado por agentes federais para comparecer pessoalmente à audiência desta tarde ja sede da Justiça Federal na capital paranaense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.