Tamanho do texto

Presidente da Câmara quer que proposta de reforma da Previdência traga equilíbrio na idade mínima de aposentadoria entre homens e mulheres

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) garante que reforma da Previdência será aprovada até o fim de abril
Marcelo Camargo/Agência Brasil - 3.3.17
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) garante que reforma da Previdência será aprovada até o fim de abril

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) , defendeu nesta terça-feira (14) que a idade mínima de aposentadoria para homens e mulheres seja a mesma. Segundo Maia, o "equilíbrio no mercado de trabalho" passa por essa medida.

“As mulheres têm um pleito histórico no equilíbrio na relação de gênero em todos os temas da sociedade, e também na idade mínima. Acho que quando você quer caminhar para esse equilíbrio, como uma maior participação no mercado de trabalho, e na política, acho que tem que ser um equilíbrio para tudo”, disse Rodrigo Maia .

Segundo ele, na medida que as mulheres caminham para uma participação mais efetiva na sociedade, é natural que se caminhe também para o equilíbrio na idade mínima de aposentadoria. “Há um pleito de não ser tratada como apêndice dos homens, elas querem uma participação mais efetiva no mercado de trabalho, na sociedade, na política. E quando o governo caminha para uma reforma, é obvio que se caminha para esse equilíbrio”, reforçou.

Leia também: Lula se diz "vítima de um massacre" e nega ter tentado obstruir a Lava Jato

Votação em abril

Maia informou que pretende colocar em votação a proposta da reforma da Previdência em abril, e voltou a defender a aprovação do texto da forma como foi encaminhado pelo governo. “Ela (a proposta) é boa, atende aos objetivos do governo, não tira salário e aposentadoria de ninguém hoje, como Portugal e a Grécia fizeram”, ponderou.

O presidente da Câmara recebeu líderes de partidos da base aliada do governo nesta manhã e disse que o encontro serviu para avaliar os trabalhos da comissão especial e esclarecer as dúvidas dos parlamentares com relação a pontos considerados mais polêmicos da proposta.

“Queremos saber onde estão as dúvidas para mostrar que cada um dos pontos tem a sua importância e tem o seu objetivo para que, no curto prazo, possamos reduzir o déficit da Previdência. (A reforma) vai beneficiar muito a vida dos brasileiros”, disse Rodrigo Maia.

Leia também: Teste seus conhecimentos sobre a Lava Jato

*Com informações e reportagem da Agência Câmara

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.