Tamanho do texto

Petista lidera todos os cenários estimados pela pesquisa, tanto no primeiro, quanto no segundo turno; Bolsonaro começa a ganhar mais força para 2018

Temer foi lembrado por 1,1% dos eleitores na pesquisa espontânea. Sua avaliação piorou de outubro para fevereiro
Beto Barata/PR - 31.1.17
Temer foi lembrado por 1,1% dos eleitores na pesquisa espontânea. Sua avaliação piorou de outubro para fevereiro

Em 2017, duas coisas aumentaram segundo a pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o instituto MDA, divulgada nesta quarta-feira (15): a desaprovação de Temer e as chances de Lula ser reeleito presidente da República em 2018.

LEIA MAIS: Reprovação a Temer cresce e atinge 51%, aponta Datafolha

A avaliação do governo Temer piorou em fevereiro na comparação com outubro do ano passado. De acordo com a pesquisa, 10,3% dos brasileiros entrevistados consideram positivo o governo do presidente Michel Temer , enquanto 44,1% o avaliaram de forma negativa. No final do ano passado, 14,6% avaliavam positivamente e 36,7%, negativamente. 

Hoje, para 38,9%, o governo é regular e 6,7% não responderam ou não souberam opinar. Em outubro, os que consideravam o governo regular somavam 36,1% e 12,6% não sabiam opinar.

Desempenho pessoal do presidente

Sobre o desempenho pessoal do presidente, 24,4% aprovam, 62,4% desaprovam e 13,2% não souberam opinar. O levantamento anterior indicava 31,7% de aprovação do desempenho pessoal de Temer e 51,4% de desaprovação.

LEIA MAIS: Temer diz ver com "tranquilidade" decisão do STF sobre Moreira Franco

A pesquisa divulgada hoje ouviu, de 7 a 11 deste mês, 2.002 pessoas em 138 municípios de 25 unidades federativas das cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

Lula mais próximo da Presidência

Os nomes dos principais políticos que podem se candidatar às eleições de 2018 aparecem em propostas de delações premiadas da Lava Jato
iG São Paulo
Os nomes dos principais políticos que podem se candidatar às eleições de 2018 aparecem em propostas de delações premiadas da Lava Jato

Ainda de acordo com a pesquisa, o ex-presidente Lula lidera as intenções de voto para o primeiro turno das eleições presidenciais de 2018 tanto na pesquisa estimulada quanto na espontânea. O petista também ganha em todos os cenários que simulam um segundo turno com ele e outro candidato.

Na pesquisa para primeiro turno com respostas espontâneas, Lula tem 16,6% das intenções de voto. Na última edição da pesquisa, em outubro de 2016, ele tinha 11,4% das intenções.

Na segunda colocação da pesquisa espontânea está o deputado Jair Bolsonaro. Ele subiu de 3,3% das intenções para 6,5%.

LEIA MAIS: Não sobrou um: todos os principais candidatos para 2018 são citados na Lava Jato

Aécio Neves foi citado espontaneamente por 2,2% dos entrevistados. Marina Silva, por 1,8%. Também foram lembrados o atual presidente Michel Temer (1,1%), a ex-presidente Dilma Rousseff (0,9%), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (0,7%), e Ciro Gomes (0,4%). Entre os entrevistados, 10,7% afirmaram que votarão nulo ou em branco. Os indecisos somaram 57,1%. Na pesquisa estimulada de intenção de voto para primeiro turno, Lula aparece como o preferido de 30,5% dos entrevistados no seu pior desempenho. No melhor cenário para o petista, 32,8% votariam nele. Nos cenários estimulados, Marina Silva é a segunda colocada. Ela tem de 11,8% a 13,9% das intenções.

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.