Tamanho do texto

Senador estava voando de Brasília a São Paulo, para se encontrar com o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso; ninguém se feriu

À bancada, senador Aécio Neves (PSDB-MG) durante o primeiro dia do julgamento final do impeachment de Dilma
Edilson Rodrigues/Agência Senado - 25.8.16
À bancada, senador Aécio Neves (PSDB-MG) durante o primeiro dia do julgamento final do impeachment de Dilma

Um jatinho que transportava o senador Aécio Neves (PSDB) de Brasília a São Paulo teve que fazer um pouso de emergência no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na noite desta quinta-feira (9).

LEIA MAIS: Moro e Aécio são flagrados aos risos e foto viraliza; veja os melhores tweets

De acordo com o GRU Airport, empresa que administra o aeroporto , a aeronave fez um pedido de prioridade para pousar e conseguiu chegar ao chão com segurança. Ninguém ficou ferido.

Dentro do jatinho estavam apenas Aécio, o comandante da aeronave e o copiloto.

A presença do senador no voo foi divulgada pela página oficial no Facebook de Aécio Neves. De acordo com o comunicado, o tucano estava a caminho de São Paulo para se encontrar com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). A aeronave foi alugada pelo partido.

Repercussão e causas do acidente

No início do ano, um avião bimotor caiu em Paraty, na na região da Costa Verde fluminense com o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki a bordo. Teori e outras três pessoas morreram.

LEIA MAIS: "A partir de hoje, Alexandre de Moraes é um ex-tucano", afirma Aécio Neves

Na ocasião, muitos internautas levantaram a teoria conspiratória de que poderia ter acontecido uma "sabotagem" com a queda da aeronave onde estava o ministro do STF, já que Zavascki era o relator da Operação Lava Jato.

Hoje, a relatoria do processo já foi reencaminhada ao ministro Edson Fachin.

Com o pouso forçado do jatinho com Aécio, muitos internautas voltaram a falar em sabotagem. Isso porque, desde as eleições presidenciais de 2014, o senador tucano e presidente nacional do PSDB é uma figura importante da oposição ao governo federal petista, chapa da qual Temer, agora presidente da República, fez parte.

LEIA MAIS: Acidente ou sabotagem? Filho de Teori Zavascki confirma morte de ministro

Pousos forçados, no entanto, não são raros em qualquer aeroporto. De acordo com uma reportagem veiculada pelo Jornal da Globo, na TV Globo, o problema que teria causado o pouso forçado do jatinho que levava Aécio tem relação com o pneu da aeronave, que teria soltado uma borracha logo no momento da decolagem, em Brasília. Tal borracha teria sido encontrada por funcionários, que avisaram o piloto do perigo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.