Apenas este ano, pelo menos quatro crianças foram vítimas de bala perdida no Rio
Luiz Wolff/ Divulgação
Apenas este ano, pelo menos quatro crianças foram vítimas de bala perdida no Rio

A plataforma Fogo Cruzado afirma que em 2022 quatro crianças foram baleadas no Grande Rio. Uma morreu. Todas teriam sido vítimas de balas perdidas. Ontem, uma menina de 4 anos foi atingida na cabeça em Curicica, na Zona Oeste, durante tiroteio. Levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, seu estado é grave .

No dia 17 de abril, também na Zona Oeste, uma menina de 9 anos foi atingida por um tiro no olho na Vila Kennedy . A criança foi socorrida e levada para o Hospital Souza Aguiar, onde ficou internada em observação. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o responsável pelo disparo e o caso é investigado pela 34ª DP (Bangu). A menina caminhava em uma rua da comunidade, ao lado da mãe e da avó, quando foi ferida e caiu no chão.

A bala ainda teria ricocheteado no chão antes de atingir o olho da menina. Imagens que circulam nas redes sociais mostram que, mesmo ferida, ela consegue se levantar após o disparo. Em seguida, as duas mulheres que a acompanhavam buscam socorro com moradores do local.

No dia 1º de abril, uma criança de 11 anos ficou ferida durante uma operação policial no bairro Jardim América, na Zona Norte. De acordo com a PM, um suspeito morreu após ser baleado numa troca de tiros. A corporação informou que o menor foi atingido por estilhaços de bala. Ele foi encaminhado ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.

No começo do ano, no dia 6 de janeiro, uma criança de 6 anos morreu e outras duas ficaram feridas por tiros em Queimados, na Baixada Fluminense. Mais de dez crianças estavam no grupo que ajudava na mudança de uma moradora do Morro da Torre, no bairro Inconfidência, quando ocorreram disparos de arma de fogo. As balas atingiram Kevin Lucas dos Santos Silva, de 6 anos, que estava no quintal da casa, no tórax. Apesar do socorro, o menino não resistiu e morreu. Segundo moradores, não havia confronto ou operação policial na região no momento.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários