Carro é furtado em estacionamento falso durante show do Maroon 5 em SP
Reprodução
Carro é furtado em estacionamento falso durante show do Maroon 5 em SP

BMWs e SUVs (veículo utilitário esportivo), avaliados em cerca de R$ 1,5 milhão, estão entre os carros furtados de um estacionamento falso durante o show do Maroon 5 , no estádio Allianz Parque, na noite de terça-feira. Ao menos sete veículos foram levados pelos criminosos, que se aproveitaram de um terreno desocupado em Perdizes, na zona oeste de São Paulo , para enganar vítimas que foram à apresentação da banda. A Polícia Civil investiga o caso, considerado "inédito" na região.

O delegado Reinaldo Vicente Castello, titular do 23° Distrito Policial, explicou que a quadrilha montou uma estrutura provisória com tapumes, após invadir um terreno que estava com corrente e cadeado, na rua Doutor Homem de Melo. Vídeos de câmeras de segurança mostram carros entrando no local por volta de 21h, enquanto supostos funcionários, usando coletes, controlam o trânsito. Cerca de 10 minutos depois, os criminosos saem com uma BMW X6 branca. Nas imagens, é possível ver que vítimas chegam do show por volta de 23h e não encontram seus veículos.

"Nessa área tem muitos shows, além do futebol. É uma região de muitos eventos, que atrai um volume de pessoas muito grande. Já houve outros casos de furto, mas criar a existência de um estacionamento eu nunca vi", afirmou o delegado.

Na lista de veículos furtados, estão uma BMW X6 e uma BMW X1, cujos modelos deste ano valem cerca de R$ 675 mil e R$ 300 mil respectivamente, conforme a tabela FIPE. Os criminosos também levaram três SUVs, sendo dois Volkswagen Nivus, modelos de 2020 e 2021, e um Peugeot 3.008, de 2018. Os outros carros são um Polo e um Ford Focus. Foi registrado ainda o arrombamento de um Chevrolet Prisma.

A BMW X6 foi localizada no bairro do Morumbi, na região da comunidade de Paraisópolis, na tarde desta sexta-feira. O carro já foi devolvido ao proprietário.

As vítimas chegaram a pagar até R$ 150 para estacionar no local, onde os criminosos forjaram um serviço de manobrista. Alguns dos motoristas deixaram a chave com os supostos funcionários, o que facilitou a ação da quadrilha.

Os investigadores já solicitaram as imagens da região para tentar identificar os autores. Também buscam rastrear contas bancárias, já que vítimas relataram ter feito o pagamento via Pix.

Leia Também

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), a Polícia Militar foi acionada para atender a quatro ocorrências de furto de veículo no local e realizou buscas para prender os criminosos.

As vítimas registraram ocorrência por meio eletrônico, e o caso foi encaminhado ao 23° DP, responsável pelas diligências. Nas redes sociais, circularam notícias de que cerca de 100 carros teriam sido furtados. De acordo com o delegado, as informações não procedem. Ele explica que em casos de furto de veículos, as vítimas costumam prestar queixa-crime o quanto antes.

"Esse episódio serve para as pessoas ficarem atentas. Não é qualquer terreno baldio em que pode colocar o carro", disse Castello.

Em nota, a Allianz Parque informou que seu estacionamento não conta com o serviço de "vallets" e afirmou que toda operação é feita dentro das dependências do estádio. Disse ainda que o terreno de onde foram furtados os carros fica a cerca de 2 km da arena.

"Nosso estacionamento não conta com vallets (é self-park) e toda operação é feita dentro das dependências do Allianz Parque. Além disso, fomentamos em todos os canais oficiais de comunicação (site e redes sociais) sobre o serviço oficial de estacionamento, inclusive estimulando a reserva antecipada", disse.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários