Professora é presa no DF após ensinar receitas com maconha na air fryer
Agência Brasil
Professora é presa no DF após ensinar receitas com maconha na air fryer

Nesta quinta-feira (7), uma professora foi presa no Distrito Federal acusada de tráfico de drogas. A educadora, de 33 anos, chamou a atenção da polícia por postar em suas redes sociais receitas que tinham maconha como um dos ingredientes.

Além do tráfico de entorpecentes, a suspeita utilizava as próprias redes sociais para ensinar receitas culinárias para air fryer que utilizavam drogas como ingrediente.

Ela já estava sendo monitorada pela Polícia Civil há um mês, depois de postar um anúncio de venda de LSD.

A mulher tinha o cargo de professora temporária da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Leia Também

Depois de um mês reunindo provas contra a professora agentes da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) deflagraram a “Operação Bad Cooker” e cumpriram o mandado de prisão.

Na casa da suspeita, no Riacho Fundo I, a polícia identificou porções de maconha, LSD, MDMA e uma balança de precisão.

A professora foi autuada em flagrante e levada à Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP), onde está à disposição da Justiça. Se considerada culpada, ela pode ter uma pena de cinco a 15 anos de prisão.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários