Mesmo foragida, mulher do 'Faraó dos bitcoins' transfere R$2,3 milhões para a irmã
Reprodução
Mesmo foragida, mulher do 'Faraó dos bitcoins' transfere R$2,3 milhões para a irmã

Mirelis Zerpa, venezuelana  que é mulher de Glaidson Acácio dos Santos, o Faraó dos Bitcoins , fez uma transferência, mesmo foragida, de R$ 2,3 milhões para as contas da irmã Noiralis Yosce Diaz. A operação foi efetuada na primeira quinzena de dezembro pela plataforma Binance, uma espécie de bolsa de valores de criptomoedas e foi notada por investigadores como sinal de que a mulher não está disposta a se entregar ou realizar acordos que envolvam a devolução do dinheiro dos investidores.

A venezuelana é considerada foragida da Justiça deste agosto do ano passado , quando ela e o marido foram acusados de montar uma  pirâmide financeira por trás de uma consultoria de investimentos em criptomoedas, durante a Operação Kryptos da Polícia Federal.

A transferência de 10 bitcoins em favor de Noiralis Yosce Diaz foi captada pelos investigadores já que a Binance registra em fontes abertas as operações de compra e venda de criptomoedas. Mesmo com os bens e ativos em nomes de Glaidson, Mirelis e GAS bloqueados judicialmente, não há como sustar as movimentações na plataforma internacional.

Há cerca de duas semanas, o advogado Ciro Chagas, que defende Mirelis, anunciou nas redes sociais que recebeu autorização da cliente para apresentar à Justiça um plano de pagamento aos investidores lesados pela GAS. A atual transferência pode dificultar a tentativa de acordo de leniência da venezuelana.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários