Câmeras registraram o casal no elevador
Reprodução
Câmeras registraram o casal no elevador

Luís Felipe Messias Costa, que confessou o assassinato do namorado Onírio Carlos Silvestre a facadas no último dia de 15, disse à polícia que vendeu o carro do ex-companheiro por R$ 600.

Depois do crime, Costa pichou a frase 'I love you' na parede do quarto. O veículo foi utilizado na fuga da cena do crime e negociado para um receptador por R$ 500, que ofereceu R$ 600 de "bônus", segundo informou a delegada Tathiana Guzella ao G1. Depois da venda do veículo, Costa ficou em um ponto de venda de drogas.

Na noite da última quarta-feira (22) foi encontrado queimado em Ponta Grossa, pouco mais de 115km de Curitiba, onde o crime aconteceu, e deve passar por perícia.

Costa foi indiciado pela Polícia Civil. O inquérito foi finalizado hoje, e o Ministério Público tem cinco dias para apresentar a denúncia. Ele responderá por homicídio qualificado, com agravantes de motivo fútil, dificuldade de defesa, falsidade ideológica, fraude processual e furto.

Costa e Silvestre mantinham um relacionamento há cerca de três anos. O corpo do professor de 59 anos foi encontrado apenas no domingo (19), com uma faca cravada no peito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários