Hackers invadem sistema da PF e PRF e excluem dados das corporações
Reprodução
Hackers invadem sistema da PF e PRF e excluem dados das corporações

O sistema interno da  Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram alvos de um ataque hacker no último dia 10 de dezembro. Informações sobre policiais com dívida ativa na União foram excluídos dos servidores das corporações.

Segundo fontes, os sistemas ainda não foram reetabelecidos e os dados não foram recuperados. Atingidos no último dia 10, o ataque cibernético realizado contra diversos órgãos do governo federal teve como principal alvo o Ministério da Saúde.

De acordo com a apuração do portal R7, uma fonte anônima disse que "muita coisa foi excluída. Existe a expectativa de que tudo volte hoje à tarde, mas ainda não se sabe se o que foi perdido será recuperado".

A principal suspeita, segundo os oficiais, é a de que o ataque tenha sido feito através de um tipo de ransomware - onde os criminosos invadem o sistema, sequestram informações, criptografam os dados e pedem um resgate para devolver as informações.


Os dados sigilosos que foram afetados encontram-se em duas redes de servidores. A principal área afetada pela invasão foi o Sistema Eletrônico de Informações, utilizado pelo Governo Federal. Até o momento, os autores do crime não foram identificados e a principal suspeita é que a ação tenha partido de algum servidor atuante no governo e com acesso privilegiado ao sistema - o que facilitaria o sequestro dos dados. A PF e a PRF foram questionadas sobre, mas não se manifestaram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários