Depois de ter sido resgatado, Dobby recebe cuidados e ganhará novo lar
Divulgação/Guarda Civil
Depois de ter sido resgatado, Dobby recebe cuidados e ganhará novo lar

Um idoso de 63 anos foi preso por maus-tratos depois de compartilhar um vídeo em que mostra um cachorro pendurado em um varal. O caso ocorreu nesta quinta-feira na cidade de Apucarana, no norte do Paraná. Ele teria mergulhado o animal em um balde e depois pendurado, em forma de punição ao poodle por ter fugido de casa. No vídeo, compartilhado em grupos de mensagens, o cachorro tem o pescoço amarrado a uma corda preta enquanto treme de frio.

Uma denúncia anônima foi feita à Sociedade Protetora dos Animais de Apucarana (Soprap), que encaminhou o caso para o Centro Municipal de Saúde Animal da cidade, para que o cachorro fosse resgatado junto à Guarda Civil Municipal (GCM). Quando os policiais chegaram ao local, o bichinho ainda estava amarrado. Após os cuidados do Centro, o poodle, que se chama Dobby, apresenta bom estado de saúde e seguirá para adoção.

De acordo com o Comandante da GCM Alessandro Carletti, que atendeu à ocorrência, o homem confessou ter punido o cachorro por ter fugido e se sujado na lama, e admitiu ter compartilhado as imagens.

"O cachorrinho foi colocado dentro de um balde com água gelada e depois amarrado no varal como um castigo. Ele enviou vídeos para alguns parentes e em um grupo, com citações bíblicas com o próprio nome dele. Quando chegamos ao local, ele tentou esboçar uma reação, disse palavras de baixo calão, mas foi contido e levado para a delegacia", relatou. Ele responderá por maus tratos de animais.

Leia Também

Dentre os versículos fictícios, enviados pelo homem nas mensagens, havia “não fujas e não serás lavado e pendurado” e “caso não cumpra meus mandamentos serás punido com fome, sede e pendurado de cabeça para baixo até que aprendas”. Ele criava também o número dos versículos e usava o próprio sobrenome para representar o capítulo bíblico.

O comandante informou que no celular do agressor foram encontrados outros vídeos que sugerem que o animal sofreu mutilações, por isso, foram feitos diversos exames de saúde. Foi constatado que ele tem uma infecção urinária, mas está sendo bem cuidado. Luan Rafael, diretor do Centro Municipal de Saúde Animal, disse que Dobby está com medo e assustado, mas que é amigável.

"Estamos cuidando direitinho dele para poder encaminhá-lo para a adoção, mas apesar de estar assustado, ele está bem", contou o diretor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários