Blogueiro bolsonarista Allan dos Santos
Divulgação
Blogueiro bolsonarista Allan dos Santos

A Polícia Federal iniciará uma investigação para apurar a  atuação da cúpula do Ministério da Justiça durante o processo de  extradição do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos. As informações são da jornalista Camila Mattoso.

O objetivo do órgão é saber se houve interferência ou ato criminoso por parte da pasta para interferir ou atrasar o envio das documentações necessárias ao governo dos Estados Unidos da América (EUA) para que o apoiador do presidente fosse capturado.

A ordem de prisão foi emitida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em seguida, a delegada Silvia Amélia, responsável pelo Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional (DRCI), deu continuidade no processo de captura de Allan. Em seguida, a chefe foi demitida do cargo.


Anderson Barra Torres, ministro da Justiça e Segudança Pública nega que o desligamento da servidora tenha alguma relação com o episódio. Segundo o responsável pela pasta, a saída de Amélia deve-se a 'quebra de confiança e traição'.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários