Daniel Junio Rodrigues Freitas, de 24 anos, foi morto na frente de um bar
Reprodução
Daniel Junio Rodrigues Freitas, de 24 anos, foi morto na frente de um bar

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), prendeu três homens nesta terça-feira (16) acusados de espancar um jovem em Brasília. A vítima, Daniel Junio Rodrigues Freitas, foi morto com chutes na cabeça no dia 10 de outubro, em Brasília. 

Os três suspeitos, de 44, 20 e 19 anos, foram presos preventivamente. Pelo menos 10 homens cercaram e agrediram a vítima. Uma das linhas de investigação indica que a agressão foi motivada por possível desentendimento entre grupos da região.

De acordo com a polícia, Daniel foi abordado ao sair de uma boate na região de Guará II, no Distrito Federal. A vítimia recebeu chutes e socos mesmo após desmaiar.

Daniel sofreu uma parada cardiorrespiratória. O Corpo de Bombeiros informou que ao realizar o resgate foi possível recuperar os sinais vitais do jovem por um tempo, mas ele faleceu no hospital. 

A polícia afirmou que Daniel tinha mandado de prisão aberto em seu nome e um histórico de roubos na região. Os agressores devem responder por homicídio qualificado, com pena de 12 a 30 anos. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários