Idoso foi condenado por abusar das três crianças
Arquivo/PC-AC
Idoso foi condenado por abusar das três crianças

Um idoso de 73 anos foi preso após  abusar sexualmente  de três netas — duas com idades de 6 e 10 anos — e engravidar uma delas, de 13 anos, na zona rural de Marechal Thaumaturgo, no interior do Acre. O suspeito foi condenado a 58 anos e oito meses de prisão, em regime inicial fechado, além de ser obrigado a pagar a quantia de R$ 5 mil a cada uma das vítimas.

O homem teve a prisão preventiva decretada em março deste ano e, à época, confessou ter abusado de uma das netas, mas negou os outros dois abusos, segundo o delegado que investigou o caso, Heverton Roberto de Carvalho. O Tribunal de Justiça, porém, informou que as vítimas confirmaram que o idoso foi responsável pelos crimes.

Os abusos ocorreram entre os anos de 2015 e 2021, até o caso ser denunciado pela família a um servidor do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de Cruzeiro do Sul.

"Tivemos essa parceria do pessoal do ICMBio que prestou todo esse apoio logístico e uma equipe da Polícia Civil de Cruzeiro do Sul também foi acionada, eles subiram o rio e foram até a Comunidade Triunfo, onde essa família mora. Chegando lá constataram a situação, conduziram o idoso para prestar declaração, fizemos a oitiva dele, da menor e da mãe dela e representamos pela prisão preventiva, que foi concedida", afirmou o delegado à época.

De acordo com o TJ, as vítimas eram ameaçadas de morte pelo acusado para que não contassem a ninguém sobre os abusos, que começaram quando a menina mais velha tinha apenas seis anos. 

A vítima morava com os avós maternos desde os três anos, e os estupros teriam começado após a morte da avó. A mãe mora na mesma comunidade, em uma casa próxima.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários