Suspeita prestou depoimento à Polícia Civil
Reprodução/ TV Verdes Mares
Suspeita prestou depoimento à Polícia Civil


Uma mulher foi presa sob a suspeita de ser mandante da tentativa de assassinato de seu namorado e da filha dele no Ceará. A prisão foi feita nesta segunda-feira (27), no município cearense de Canindé.


As vítimas foram baleadas em junho, na porta de casa, e continuam internadas. Segundo informações do G1 CE, o delegado à frente do caso, Daniel Aragão, informou que Jaelson Oliveira, de 39 anos, mantinha um relacionamento com a própria filha e o namorado dela, ambos menores de idade.


Ao descobrir a traição incestuosa, Maria Aparecida, suspeita de ser mandante do crime, pagou R$ 3 mil a duas pessoas para que matassem seu companheiro e a filha dele. O namorado da adolescente teria ainda intermediado o crime.


Horas após o delito, a Polícia Militar do estado apreendeu um homem e um adolescente de 17 anos, ambos suspeitos de participação nas tentativas de assassinato. Na ocasião, os agentes apreenderam também um revólver que teria sido utilizado no crime.


O portal explica que, segundo a polícia, o adolescente que namorava a jovem foi o primeiro a descobrir o relacionamento incestuoso que ela mantinha com o pai. Inicialmente, ele teria aceitado manter a relação a três, mas revelou o caso à namorada do sogro.


Em depoimento, Maria Aparecida contou aos agentes que tentou se separar quando descobriu a traição, mas disse que era ameaçada pelo companheiro, chegando a pensar em tirar a própria vida. Com isso, ela ofereceu o dinheiro ao namorado da jovem para que ele contratasse os executores do crime.



A partir dessas descobertas, os investigadores esperam Jaelson Oliveira receber alta médica para colher seu depoimento. Se confirmarem a existência de um relacionamento entre ele e a filha, p homem pode responder por estupro de vulnerável.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários