Homem foi condenado nesta terça-feira (20)
Reprodução/TV Anhanguera
Homem foi condenado nesta terça-feira (20)

Nesta terça-feira (20), Wallifer Xavier Pereira, de 20 anos, foi condenado a 17 anos de prisão por feminicídio , após ser flagrado por câmeras de segurança matando a ex-namorada Adriana Massena dos Santos, de 31 anos, em via pública. O crime ocorreu em junho de 2020.

A decisão foi tomada pelo Tribunal do Júri de Goiás . A Defensoria Pública do estado, que atua na defesa do réu, disse que ingressará com recurso relativo à dosagem da pena.

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, que presidiu o júri, disse que Wallifer confessou o crime durante interrogatório em plenário e justificou a ação dizendo que estava transtornado por uso de drogas. O acusado deve cumprir pena em regime fechado na Penitenciário Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia.

A decisão do júri indicou que o homem agiu por um motivo fútil, com emprego de meio cruel e em razão da condição de sexo feminino. Wallifer já havia sido denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) há um ano, em julho do ano passado.

O crime

O caso ocorreu no dia 14 de junho de 2020, no Jardim Curitiba, em Goiânia. De acordo com as informações, o casal namorou por cerca de um ano e meio e terminou devido ao histórico de agressão do homem. No entanto, eles estavam voltando a se reencontrar e haviam passado a noite anterior ao assassinato juntos.

Câmeras de segurança registraram o momento do crime.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários