pm
Reprodução
Policiais militares invadiram a residência e agrediram os proprietários


No último sábado (2), ao menos 4 policiais militares (PM) protagonizaram um vídeo com registros de invasão de domicílio e agressão de civis . O caso ocorreu em Bauru, no interior de São Paulo, durante uma festa. Vizinhos discutiram e trocaram agressões, logo a polícia foi acionada, no entanto, a violência não cessou e começou a partir dos agentes de segurança.

A dona da casa em que o caso ocorreu, Jocimara Fabiana da Silva, de 37 anos, prestou queixa e registrou um boletim de ocorrência por abuso de autoridade . A Corregedoria da PM de São Paulo apura o caso. Segundo informações do UOL, a festa que acabou em violência policial era para celabrar o aniversário de 16 anos da filha de Jocimara. 

Alguns amigos da jovem aniversariante, que haviam sido convidados para a festa, discutiram com um policial militar de folga, vizinho da família. Jocimara teria sido xingada pelo vizinho policial, que acusava os amigos da sua filha de fumarem maconha em frente ao seu portão. Segundo a denunciante, o policial não aceitou conversar e já se mostrou alterado. 

Após a discussão viaturas da polícia chegaram ao local, rapidamente teve início a violência e os abusos. Jocimara contou ao UOL que o vizinho a atingiu com um soco no rosto, enquanto os policiais em serviço golpeavam os seus convidados e invadiam a casa . Segundo a denúncia, os agentes teriam ficado mais de 40 minutos na residência procurando por drogas.


O episódio terminou com quatro pessoas feridas com entradas no Pronto-Socorro Central de Bauru. Uma das vítimas precisou levar 4 pontos na testa. Testemunhas serão ouvidas a partir de hoje (4). A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo disse que o caso será investigado e a PM não apoia a violência praticada por seus agentes. 

Veja o vídeo e a publicação da vítima:

Aniversário de 16 anos da minha filha, estava tudo bem até começar uma discussão com o vizinho que me xingou de vadia,...

Publicado por Mara Fabiana em  Sábado, 2 de janeiro de 2021


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários