A pena prevista para o crime é de oito a quinze anos de prisão.
FreePik
A pena prevista para o crime é de oito a quinze anos de prisão.

Um médico foi indiciado por estupro contra uma criança de 10 anos, na cidade de Santa Inês, no sul da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o registro da ocorrência na delegacia da cidade ocorreu no dia 17 de agosto e o inquérito foi concluído na quinta-feira (27).

No registro da ocorrência na delegacia, foi notificado um estupro de vulnerável que teve como autor um médico que reside na cidade.

Segundo a polícia, após o registro, foi instaurado inquérito policial, expedido guia pericial para a criança , além de tomada de depoimentos da vítima e de testemunhas.

A polícia informou ainda que após os procedimentos citados, o médico investigado foi interrogado. Não há detalhes se o homem chegou a ser preso, nem o teor dos depoimentos.

De acordo com o artigo 217-A do Código Penal, que embasa o indiciamento do médico, a pessoa que mantiver relação sexual ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos incorrerá na prática do crime de estupro. A pena prevista para o crime é de oito a 15 anos de prisão, independente de ter agido com culpa ou dolo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários