Sari Corte Real
Reprodução / TV Globo
Sarí é indiciada pelo crime de abandono de incapaz com resultado em morte

A primeira-dama do município de Tamandaré, em Pernambuco, Sari Gaspar Corte Real , recebeu um mandado de citação como ré no processo da morte de Miguel Otávio. A criança de 5 anos caiu do 9º andar de um prédio de luxo, na área central do Recife, enquanto estava sob os cuidados da empresária.

A citação foi entregue por oficiais de Justiça nesta terça-feira (19) e os advogados de Sari Corte Real, ex-patroa de Mirtes Renata Santana , mãe de Miguel , passam a ter o prazo de dez dias para apresentar a defesa.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco informou que o mandado de citação de Sari foi expedido em 18 de julho.

"A ré terá o prazo de dez dias para responder às acusações. Após a apresentação da defesa, o juiz José Renato Bizerra analisará a defesa da ré, podendo decretar a absolvição sumária da acusada ou dar início à fase de instrução do processo, composta por oitiva de testemunhas e apresentação de documentos ou perícias que o magistrado julgar necessários", explicou o TJPE, segundo informações do portal de notícias Uol.

Um dos contratados para defender a primeira-dama é Célio Avelino, que irá protocolar a defesa de Sari Corte Real ainda nesta semana, alegando que "não há culpa" pela morte da criança. 

    Veja Também

      Mostrar mais