Ruan Carlos de Lima Camillo, conhecido como 'Magneto', é suspeito de integrar a milícia 'Liga da Justiça'.
Reprodução
Ruan Carlos de Lima Camillo, conhecido como 'Magneto', é suspeito de integrar a milícia 'Liga da Justiça'.

Nesta segunda-feira (10), a Polícia Civil do Rio de Janeiro capturou ‘Magneto’, um homem suspeito de integrar a maior milícia do Rio de Janeiro, a ‘Liga da Justiça’. 

O suspeito, conhecido como Magneto, é Ruan Carlos de Lima Camillo, segundo informações do G1 . As investigações indicam que ele era responsável por estabelecer a cobrança de extorsões na zona oeste da capital carioca, região onde a milícia atua.

Magneto  já acumulava dois mandados de prisão por formação de quadrilha. Ele foi encontrado em casa e, quando os policiais chegaram, tentou fugir. Os agentes prenderam Magneto e apreenderam uma Amarok.

A ‘ Liga da Justiça ’, também conhecida como Bonde do CL 220 ou Bonde do Ecko, é a maior milícia em atividade no Rio de Janeiro .

O grupo atua explorando o controle de postos de combustíveis, transporte irregular e extração de saibro. Wellington da Silva Braga, o Ecko , está foragido e é apontado como chefe da organização criminosa.

    Veja Também

      Mostrar mais