adriano da nóbrega
Reprodução
Miliciano foi morto durante ação policial em sítio na Bahia

A reprodução simulada da operação que foi realizada para deter o miliciano Adriano da Nóbrega , morto na Bahia, foi iniciada neste domingo (12) pela Secretaria de Segurança Pública. As polícias Civil e Técnica da Bahia comandam a reconstituição.

As equipes que estiveram envolvidas no dia do confronto que matou Adriano vão refazer o percurso realizado na cidade de Esplanada. O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado ( Draco ) foi o responsável pela operação.

A reprodução tem como objetivo confrontar as versões dadas pelos policiais, que alegam que o ex-policial Adriano da Nóbrega teria reagido à prisão e atirado contra os militares.

Adriano era apontado como chefe do Escritório do Crime , que atua na zona oeste do Rio de Janeiro e é investigado pelo Ministério Público. O mesmo grupo é suspeito de ter se envolvido no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

    Veja Também

      Mostrar mais