sirene
Creative Commons
Imagem ilustrativa

Polícia Civil de Minas Gerais prendeu na última quarta-feira (1) um casal suspeito de estuprar uma menina de nove anos na cidade de Contagem, na Grande Belo Horizonte. Segundo investigações, a mãe e o padrasto da menina cometeriam os estupros há pelo menos quatro anos.

O boletim de ocorrência foi registrado pelo pai e por uma prima da menina após a criança mandar um áudio para a tia narrando os abusos. Quem tinha a guarda da vítima era o pai, mas a menina passava temporadas nas casas da mãe e do padrasto,  o que se intensificou durante a pandemia.

Após ser detido pela polícia, o casal cometeu contradições em depoimento: enquanto a mãe da menina negou tudo, o padrasto confirmou a denúncia e contou detalhes sobre o crime. A principal suspeita da polícia é de que a mãe da criança fosse a mentora dos estupros.

Segundo a polícia, um dos motivos da vítima ter contado sobre os abusos para a tia foi o medo de que a irmã dela, de dois anos de idade, sofresse com os abusos. A menina, filha do casal preso, está sob cuidados de uma madrinha.

A mãe e o padrasto da criança foram presos por estupro de vulnerável e estão à disposição da Justiça.

    Veja Também

      Mostrar mais