balas na mão de uma pessoa
Redes sociais
Estilhaços de bala perdida atingiram bebê

Piorou o estado de saúde da mulher de 41 anos, atingida por uma bala perdida no último dia 12, em Duque de Caxias , na Baixada Fluminense . Num boletim divulgado na manhã desta segunda-feira, a direção do Hospital municipal Moacyr do Carmo, naquele município, informou que ela passou por uma nova cirurgia neste domingo e que "seu quadro clínico agravou e encontra-se em ventilação mecânica no momento". O filho dela, de 2 meses, que estava no colo da mãe e também foi ferido, permanece em estado grave no Hospital estadual Adão Pereira Nunes, também em Caxias.

Leia também: Estado de saúde de bebê baleado com mãe no Rio de Janeiro é grave

No momento em que a mulher e o bebê foram atingidos, havia uma troca de tiros entre policiais militares do Batalhão de Choque (BPChq) e bandidos na Linha Vermelha, na altura da comunidade Parque das Missões. O PMs alegaram que foram atacados por criminosos e revidaram, o que deu início ao confronto. Já os moradores afirmaram que os agentes atiraram sem motivo aparente.

Leia também: Mãe é baleada e bebê fica ferido por estilhaços durante ação da polícia no RJ

"Eles chegaram atirando do nada, foi tudo muito rápido. Mas infelizmente é sempre assim", contou um morador do Parque das Missões, à época. De acordo com testemunhas, mãe e filho estavam no portão de casa, participando de uma comemoração da Páscoa, quando ambos foram feridos. A mesma bala atingiu os dois. O caso é investigado pela 59ª DP (Duque de Caxias).

    Veja Também

      Mostrar mais