Ministro Sergio Moro
Carolina Antunes/PR
Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

O ministro Sergio Moro , da Justiça e Segurança Pública, autorizou nesta quarta-feira (19) o envio da Força Nacional ao Ceará em meio a uma escalada de tensão causada pelo motim de policiais no estado. O chefe da pasta justificou a autorização dizendo que o objetivo é "proteger a população cearense, em razão de movimento paredista por parte das polícias estaduais do Ceará".

Segundo a portaria assinada por Moro, o envio da Força Nacional será feito nesta quinta (20) e ela deve permanecer no estado por 30 dias. "A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública", detalha o documento.

A autorização do ministro ocorre em meio a uma onda de protestos de policiais, que estão em greve e pedem um aumento salarial. Um projeto que ainda tramita na Assembleia Legislativa do Ceará determina que o salário de soldados militares aumente de R$ 3,2 mil para R$ 4,5 mil. O aumento seria progressivo até 2022.

Nesta quarta-feira (19),  o senador Cid Gomes (PDT-CE) foi atingido por dois tiros enquanto tentava furar um piquete de policiais militares no Batalhão da Polícia Militar em Sobral. Ele tentava entrar no local com uma retroescavadeira enquanto os agentes seguravam o portão em grupo.

    Veja Também

      Mostrar mais