Família dentro de carro
Reprodução
Família morta no ABC e filha suspeita pela morte

A Polícia Civil indicou por homicídio doloso nesta terça-feira (11) os cinco suspeitos de matar uma família em São Bernardo do Campo , no ABC paulista . Os corpos do casal de empresários Romuyuki e Flaviana Gonçalves e o filho deles, o adolescente Juan Victor, foram encontrados carbonizados no dia 28 de janeiro dentro do porta-malas de um carro.

Entre os indiciados estão a filha mais velha do casal, Ana Flávia Gonçalves, além de sua namorada, Carina Ramos, e Juliano, Guilherme Ramos da Silva e Jonathan Fagundes Ramos. Todos eles foram indiciados por homicídio doloso, quando o acusado tem inteção de matar ou assume esse risco.

Leia também: Filha de família carbonizada no ABC confessa que comprou gasolina

De acordo com as investgações, chegou a ser cogitada da possibilidade de um latrocínio (roubo seguido de morte), mas depois de ouvir todos os envolvidos a conclusão é que  o caso se trata de um triplo homicídio. Isso porque o grupo planejava roubar uma quantia de R$ 85 mil do cofre da família. Ao perceber que o dinheiro não estava lá, porém, eles resolveram matar.

Apesar do indiciamento ter sido formalizado, o inquérito ainda não foi concluído e, portanto, o caso não é considerado fechado. A polícia aguarda a chegada de laudos e quer fazer uma reprodução simulada dos fatos, chamada de reconstituição, para definir se as versões apresentadas são compatíveis na cena do crime.

Leia também: Último foragido de crime no ABC se entrega após “cansar de fugir”

De acordo com a polícia, não há dúvidas de que Ana Flávia e Carina estão envolvidas no crime e planejaram as mortes, o que ambas negam. O que não se sabe é a motivação dos assassinatos.

    Veja Também

      Mostrar mais