pm agride gestante
reprodução / Twitter
Pessoas filmaram o momento em que o policial militar agrediu a gestante no interior de São Paulo

Imagens que circulam nas redes sociais nesta terça-feira (4) mostram um policial militar agredindo uma grávida.  O caso aconteceu em São José do Rio Preto, localizado a cerca de 490 km da capital paulista.  A mulher pede para ser solta, diz que está gestante e que não vai fugir, mas é agredida no rosto como resposta.  As informações são do jornal O Dia .

Leia mais: Homem obrigado a lamber mictório de banheiro público processa polícia e cidade

A grávida teve a barriga pressionada pelo joelho do policial e levou tapas no rosto enquanto tentava resistir a imobilização. O policial chegou a enforcar o pescoço da mulher, que estaria com cinco meses de gestação. Pessoas que estavam no local pediam para que ela fosse solta, além de gritar informando que ela estaria sem ar.

Uma testemunha afirmou que a mulher foi agredida porque o PM desconfiou que ela estivesse filmando uma abordagem a um suspeito de tráfico de drogas. O ato de filmar uma abordagem policial, contudo, não infringe nenhuma lei.

A Polícia Militar  ( PM ) informou que o 17º Batalhão da Polícia determinou o afastamento imediato do policial por desvio de conduta. 

Leia também: Policial Militar é afastado por desvio de conduta após agredir gestante; assista

Confira a nota na íntegra: 

O comando do 17° Batalhão da Polícia Militar do Interior determinou o imediato afastamento do policial flagrado em desvio de conduta em abordagem a uma mulher grávida que resistiu à prisão durante uma ocorrência de tráfico de drogas nesta terça (4/2) em São José do Rio Preto. A PM já instaurou um inquérito policial militar (IPM) para apurar o ocorrido. A mulher foi encaminhada para exames médicos em uma unidade de saúde local.

    Veja Também

      Mostrar mais