Carina (à direita) e Ana Flávia (à esquerda) foram presas temporariamente pela polícia
Redes sociais
Carina (à direita) e Ana Flávia (à esquerda) foram presas temporariamente pela polícia

A Polícia Civil indiciou nesta sexta-feira (31) Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e Carina Ramos, 31, pela morte de três pessoas em São Bernardo do Campo . Os corpos de Flaviana Gonçalves e Romuyuki Gonçalves, que são pais de Ana Flávia, e Juan Victor Gonçalves, irmão dela, foram encontrados carbonizados na madrugada de terça-feira (28), por volta das 3h.

As duas foram na quarta após a polícia apontar contradições no depoimento delas e imagens de câmeras de monitoramento mostrarem que elas estavam no condomínio da família antes do crime.

Leia também: Filha de casal encontrado carbonizado no ABC trocou chip do celular dias antes

As suspeitas voltaram a ser ouvidas nesta sexta e fizeram mudanças na versão que haviam apresentado. Até as 20h, no entanto, elas continuavam prestando depoimento na sede da Delegacia de Investigações Criminais, de São Bernardo do Campo.

Os investigadores ainda aguardam laudos e perícias que poderão fornecer novos dados ao inquérito e ajudar a esclarecer completamente o caso.

Leia também: Homofobia não foi motivo para assassinato de família no ABC, afirmam parentes

Dependendo do resultado das investigações e da análise do Ministério Público, Ana Flávia e Carina poderão responder ao crime de triplo homicídio qualificado na Justiça. Isso só vai acontecer, no entanto, depois que MP apresentar uma denúncia criminal formal ao judiciário.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários