Familiares e amigos fizeram protesto após morte
Reprodução / Redes Sociais
Familiares e amigos fizeram protesto após morte

A corregedoria da Polícia Civil de Pernambuco abriu um inquérito para investigar a morte de um jovem de um jovem de 19 anos em um baile funk do bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife, na madrugada do último domingo (19).

William da Silva foi alvejado com um tiro durante o que foi classificado pela Civil como “tumulto” entre participantes do baile e a Polícia Militar. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

Leia também: Mortes em baile de Paraisópolis aconteceram por asfixia mecânica, apontam laudos

Após o crime, familiares e amigos de William realizaram um protesto em uma das vias mais movimentadas do bairro. No local, atearam fogo em pneus e levantaram cartazes pedindo justiça. Eles acusam policiais de atirarem de forma aleatória em participantes do baile.

Segundo nota da Polícia Militar, eles foram chamados ao local após a denúncia de uma briga de facções rivais durante o baile funk. A corporação afirmou que a vítima foi encontrada baleada dentro de um carro que prestava socorro. Os PMs afirmaram que a viatura acompanhou o veículo para agilizar a ida do jovem até uma policlínica enquanto outros policiais aguardaram a Polícia Civil no local. A nota afirmou, ainda, que as suposições e acusações de autoria e de omissão são irresponsáveis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários