Tamanho do texto

Segundo polícia, filmagens eram feitas escondidas durante programas. Principais clientes extorquidos pelo casal eram empresários e pais de família

homens de costas arrow-options
TV Anhanguera/Reprodução
Garotos de programa foram presos por extorsão

Dois garotos de programa foram presos em flagrante após extorquir clientes com filmagens deles fazendo sexo na cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás. Em áudios divulgados pela polícia, um dos suspeitos ameaça o cliente e afirma: "sua família vai ficar sabendo que você foi enganado por outros garotos de programa".

Segundo a polícia, Bruno Sousa dos Santos, de 25 anos, e Adryann Fonseca Martins, de 18 anos, moravam juntos e premeditavam os crimes . "De de forma pré-determinada um deles durante o ato iria fazer filmagens íntimas sem o consentimento do cliente vítima", afirmou o delegado Carlos Levergger em entrevista à TV Anhanguera.

Leia também: Denúncia de extorsão e carta de filho preso: as novidades do caso Flordelis

Segundo o delegado, as vítimas mais comuns deles eram empresários , homens casados e com filhos. Quando foram presos em flagrante, os dois confessaram o crime, mas alegaram que as fimagens estavam dentro do acordo na hora do programa. Para não divulgar as imagens, eles cobravam depósitos mensais acima de R$ 1 mil.

A dupla está à disposição da Justiça e deve responder pelo crime de extorsão , crime com pena de quatro a 10 anos de prisão.