Homem falando ao celular
Creative Commons/Pixabay
Vítimas falsas do músico eram modelos mirins

Um músico foi preso na última quita-feira (14) em Fortaleza , capital do Ceará , por passar trotes a pais de meninas dizendo que ele teria estuprado as garotas. O homem, que tem 36 anos, selecionava suas falsas vítimas com base nos perfis que elas tinham em redes sociais e escolhia modelo mirins de São Paulo e Minas Gerais .

Segundo o portal G1 , as meninas tinham entre cinco e nove anos e os parentes delas chegaram a registrar mais de 10 boletins de ocorrência sobre os supostos casos de estupro nos dois estados.

De acordo com informações da polícia, o homem começou a ligar para as vítimas por volta de março e abril de 2019. As ligações geralmente eram durante a madrugada e ele dizia que havia cometido estupro contra as crianças.

Leia também: Garota denuncia estupro feito pelos pais em carta de suicídio e casal é preso

O suspeito dava características das crianças e narrava, na maioria das vezes, para as mães como teria sido o falso crime. Com medo, os pais procuravam a polícia e realizavam exames de corpo de delito nas crianças, constatando que o crime não havia ocorrido. A polícia abriu uma investigação com base nos boletins, que acabaram chegando até ele.

Diversos aparelhos foram apreendidos na casa do músico, entre eles computadores, celulares e notebooks. Todos eles vão passar por perícia para verificar se havia material de pornografia infantil armazenado. Para a polícia, é possível que ainda existam mais vítimas em outros estados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários