Tamanho do texto

Segundo o delegado, os bilhetes são uma prova do responsável pela morte de Marisa Oliveira Costa, de 54 anos. Testemunhas afirmaram que o casal brigava muito e que o assassino consumia muitas bebidas alcoólicas.

IstoÉ

Bilhete assassinato mulher arrow-options
Divulgação/Polícia Civil
Em um bilhete escrito após matar a mulher, Izaquel disse que matou por amor.

Marisa de Oliveira Costa, de 54 anos, foi encontrada morta a facadas nessa terça-feira (10) em Piraquara, região metropolitana de Curitiba (PR). Segundo o UOL, o principal suspeito é o marido da mulher, Izaquel Rodrigues de Meira, de 70 anos, que deixou dois bilhetes ao lado do corpo com sua assinatura. Em um deles está escrito: “Marisa, te matei porque te amo . Vá com Deus amiga querida”. Segundo o delegado Antônio Macedo, os bilhetes são uma prova do responsável pelo crime.

Leia também: Após roubo, moradores encontram forma inusitada de tapar bueiro: com um fogão

Segundo depoimento da enteada de Marisa, Izaquel confessou o crime para ela e fugiu. O suspeito continua foragido. Segundo o delegado, a mulher foi encontrada com “uma facada próximo ao coração”. Marisa já tinha sido ameaçada pelo marido, mas não foi encontrado nenhum registro contra o suspeito.

Segundo os investigadores, testemunhas relataram que o casal sempre discutia e que Izaquel consumia alta dose de bebida alcoólica.