Tamanho do texto

A caça ocorre principalmente nos mangues dos municípios de Cubatão e Santos; somente nesta semana foram mais de 300 animais soltos

Protetora por terra, mar e ar, a PM Ambiental combate também os crimes contra a natureza que ocorrem nas margens das estradas que cortam o litoral paulista. Apenas na última semana, foram sete prisões realizadas durante a fiscalização de caça e comércio de caranguejos.

Leia também: Mais um ano de atuação da Polícia Militar, mais uma obra de arte


"Por conta da temporada de verão, a procura pelo caranguejo-uçá aumenta muito. As chuvas fazem com que os animais saiam para o que a gente chama de "andança" e isso facilita muito a captura deles. Aumenta a caça e aumenta a venda", diz o Capitão Jefferson da PM Ambiental .

De acordo com o Policial, na última semana foram apreendidos e soltos mais de 300 animais entre Cubatão e Santos. "Na segunda-feira (11), realizamos um flagrante em Cubatão e apreendemos 108 uçás, todos capturados ilegalmente. O criminoso realizava a venda na rodovia Imigrantes. Ele recebeu uma multa de R$ 2,4 mil e responderá em liberdade pelo crime", diz o Capitão.

Leia também: No Brasil não temos heróis. Errado! Conheça alguns da nossa Polícia Militar

As outras ocorrência também foram realizadas na rodovia Imigrantes e na Cônego Domênico Rangoni. No total, sete pessoas foram presas e receberam mais de R$ 10 mil em multas."Nós temos um decreto, uma lista que aponta os animais em extinção. Entre eles estão o caranguejo-uçá. Então a venda só pode ser feita por pessoas autorizadas, elas possuem uma licença ambiental que permite a caça e comercialização durante um período do ano", fiz o Capitão.

A Polícia Militar Ambiental pede a colaboração da população para combater esse tipo de crime ambiental. As denúncias podem ser feitas através do link:  bit.ly/DenuncieAmbiental ou pelo telefone: (13) 3348-4780.

Leia também: Saiba o que é o "Minuto de Sirene"

O capitão reforça que quem optar por comprar caranguejos deve procurar postos autorizados. "No mercado de peixe e até mesmo na rodovia pode ter pessoal que possua autorização. Basta o comprador exigir que ela apresente a certificação. Se comprar de alguém que não tem permissão, o comprador pode sofrer as mesmas punições e responder por crime ambiental", finaliza o PM Ambiental.

Helicóptero e embarcações da Polícia Militar Ambiental em treinamento
Policia Militar Ambiental / DIVULGAÇÃO
Helicóptero e embarcações da Polícia Militar Ambiental em treinamento