Pereg teve crise de miado durante julgamento em Mendonza, na Argentina
Reprodução
Pereg teve crise de miado durante julgamento em Mendonza, na Argentina

Depois de o réu miar mais de 50 vezes em um tribunal, um julgamento foi interrompido ontem em Mendonza, na Argentina. O homem, Nicolas Gil Pereg, tem 40 anos, e é acusado de matar a mãe e a tia em 2019.

Assim que entrou no tribunal e foi colocado em frente à juíza, Pereg começou a miar, e mesmo após ela pedir silêncio, ele não parou. A magistrada, então, solicitou que ele fosse retirado do local. Segundo a rádio Positiva, da Argentina, ele miou 55 vezes até sair da corte.

Segundo a imprensa do país, Pereg recebeu a mãe e a tia por volta de 12 de janeiro de 2019. No dia 26, a polícia achou os dois corpos enterrados no quintal do israelense.

Pereg chegou a Argentina em 2009 para montar um restaurante. Ele é formado em engenharia eletrônica, e é ex-soldado de Israel.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários