Tessica precisou ir ao hospital para retirar o produto da cabeça
Reprodução
Tessica precisou ir ao hospital para retirar o produto da cabeça

Passar uma cola super resistente para manter os  cabelos no lugar parece uma ideia aceitável? Foi exatamente a situação que uma mulher da cidade de Chalmette, no estado norte-americano da Louisianna, resolveu experimentar no início do último mês de janeiro. O resultado, como esperado, não foi dos melhores: após ficar mais de um mês com os fios grudados na cabeça, ela precisou procurar ajuda médica em um hospital.

Segundo informações do jornal New York Post, Tessica Brown viralizou nas redes sociais no último dia 4, quando postou um vídeo mostrando o que havia feito no cabelo. Nas imagens, ela diz que foi uma "péssima, péssima ideia" substituir o spray de cabelo que costumava usar por um produto chamado Gorilla Glue, uma cola super resistente .

"Vejam: meu cabelo não se mexe. Vocês entendem o que estou dizendo? Ele não se mexe! Já tentei lavar mais de 15 vezes e nada acontece", disse Tessica no vídeo que viralizou e ultrapassou a marca de 2,3 milhões de visualizações. Em outra publicação, ela aparece passando um pouco de shampoo na cabeça: "viram? Nada acontece. Essa é a vida que estou vivendo nesse momento".

Você viu?

Tessica postou imagens do atendimento que recebeu em um hospital da região
Reprodução
Tessica postou imagens do atendimento que recebeu em um hospital da região

No sábado (6), ela acabou aceitando os conselhos que recebeu na web, até mesmo do próprio criador da Gorilla Glue , e procurou ajuda em um hospital da região. Em suas redes sociais, ela postou duas fotos: uma da entrada do Hospital St. Bernard Parish e outra dela mesma, já deitada em uma das camas da instituição, enquanto recebia atendimento.

Em contato com o site TMZ, a companhia que desenvolve o produto afirmou que ela poderia ter tentado passar álcool nos fios para retirar a cola . Porém, ressaltou que isso deveria ter sido feito poucas horas após o inusitado procedimento e que se o cabelo não se mexia há mais de um mês era bem provável que o dano já tivesse chegado até a raiz.

Nesta segunda-feira (8), Tessica voltou às redes sociais para agradecer o apoio que tem recebido, inclusive de algumas celebridades dos EUA, que fizeram uma "vaquinha virtual" para ajudá-la com o tratamento que promete ser longo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários