Dado como morto%2C homem apareceu em casa 4 dias após funeral
Reprodução DailyMail
Dado como morto, homem apareceu em casa 4 dias após funeral

Julio Sarmiento, de 65 anos, foi declarado morto em El Carmen, Honduras , no dia 30 de dezembro, após passar vários dias desaparecido até que sua esposa identificasse, até então, seu corpo em um hospital.

Segundo o hospital, o idoso teria morrido em decorrência do novo coronavírus (Sars-Cov-2). A família realizou o enterro de Julio, mas quatro dias depois, ele apareceu na própria casa, para o susto de seus familiares.

O homem contou que ao sair para trabalhar, sofreu um acidente ao cair no chão, e não conseguiu se levantar, ficando por dias sem comer e beber água. Encontrado, foi socorrido por paramédicos que o levaram para casa.

A esposa de Julio luta para conseguir o reembolso do hospital pelos gastos embolsados com o funeral, de cerca de R$ 2200.

O hospital alega que o homem enterrado com a identificação errônea deu entrada no hospital no dia 27 de dezembro com um quadro grave de Covid-19 e morreu horas depois.

"Os funcionários do necrotério deviam ter examinado melhor o corpo para ver se era ele mesmo", critica a esposa. Contudo, Juan Carlos Cardona, diretor do hospital, alega que quem identificou o marido de forma errada foi a própria mulher.

Ainda segundo o representante do hospital , durante o enterro, um dos filhos de Julio ligou para eles questionando se o homem que estava sendo velado era realmente seu pai, por conta das diferenças nas aparências. Apesar das dúvidas, o funeral seguiu.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários