duas pessoas olhando atum
Kyodo/Reuters
O peixe foi vendido por 20,8 milhões de ienes (mais de R$ 1 milhão)

Nesta terça-feira (05), um atum rabilho foi vendido por 20,8 milhões de ienes (o equivalente a mais de R$ 1 milhão) no primeiro leilão de 2021 no mercado de peixes Toyosu, em Tóquio , no Japão , quando reabriu após o feriado. As informações são da Folha de S. Paulo .

Apesar da grande quantia, segundo a publicação, o valor ainda é bem inferior aos 193 milhões de ienes (R$ 9,6 milhões) obtidos pelo atum no primeiro leilão do ano passado. De acordo com o jornal, um grande licitante, Kiyomura Corp, disse que não fez lances altos este ano por medo de que um grande número de clientes quisessem ir a seus restaurantes, já que lances altos por atum de alta qualidade costumam atrair a atenção da mídia. 

Além disso, o governo tem afirmado que comer fora é uma das principais causas de infecções por Covid-19.

"A disseminação do novo coronavírus será eventualmente contida quando as vacinas e o tratamento estiverem em uso generalizado", disse Koh Ehara, presidente da empresa atacadista Tohto Suisan. "Até esse dia chegar, nós, como todos neste mercado, estamos determinados a continuar com o fornecimento estável de alimentos frescos sem interrupções", disse Suisan.

Ainda de acordo com o portal, o governo japonês disse nesta segunda que está considerando declarar estado de emergência em Tóquio e arredores, à medida que os casos de coronavírus aumentam.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários