cobra decapitada
Reprodução / Reddit
O homem encontrou o animal se debatendo na praia, enquanto passeava com o cachorro

Um homem passeava com o cachorro em uma praia quando se deparou com uma cobra sem cabeça se debatendo na areia. As informações são do portal Newsweek e foram reproduzidas pelo jornal Metro .

Segundo o Newsweek, o animal foi tocado pelo homem várias vezes com uma raquete de tênis. "Eu a encontrei em uma praia enquanto passeava com meu cachorro. (…) Acho que foi um pássaro que fez isso. Existem também algumas aves de rapina na área", relatou.

Ao se deparar com a situação, ele gravou um vídeo e compartilhou nas redes sociais. Os internautas se surpreenderam com a gravação, porém, de acordo com o portal, isso poderia ter sido algo perigoso, caso a cabeça da cobra ainda estivesse no lugar.


Caso anterior

De acordo com a BBC, no Texas , nos Estados Unidos , um homem quase morreu ao ser picado por uma cascavel decapitada , em 2018. A vítima foi salva após 26 doses de antídoto de veneno de cobra. Segundo o site de notícias, ele foi picado após pegar o corpo da cobra devido ao reflexo de mordida que pode ser desencadeado até várias horas após a sua morte.

"Só porque os animais foram decapitados, isso não significa que os nervos deixaram de funcionar. Muitos animais ectotérmicos, ou seja, de sangue frio, compartilham esta característica. Cobras em geral são bem conhecidas por reter reflexos após a morte. Os corpos de serpentes continuam se movimentando no chão mesmo depois de terem sofrido uma decapitação”, contou Steven Beaupré, professor de biologia da Universidade de Arkansas, nos EUA, ao Live Science.

De acordo com o Metro, a situação acontece devido às partículas eletricamente carregadas, também chamadas de íons, que permanecem nas células nervosas de uma cobra depois que ela morre. Ao ser estimulada por meio do toque, os canais se abrem e permitem que os íons passem. Dessa maneira, um impulso elétrico permite que o músculo realize uma ação de reflexo, que pode ocasionar em uma picada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários