Mesquita Nizammudin Markaz foi um foco de transmissão do novo coronavírus na Índia
Reprodução
Mesquita Nizammudin Markaz foi um foco de transmissão do novo coronavírus na Índia

Um casal na Índia, Preeti e Vinay Verma, decidiu nomear seus filhos gêmeos nascidos em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) de Corona e Covid.

Os irmãos - uma menina e um menino - nasceram de  no estado indiano de Chhattisgarh, em 27 de março, durante o bloqueio nacional em andamento. A notícia foi veiculada pela TV britância Sky News com informações da agência de notícias Press Trust, da Índia.

"O parto aconteceu depois de enfrentarmos várias dificuldades e, portanto, eu e meu marido queríamos tornar o dia memorável ", disse a mãe dos gêmeos de 27 anos.

Família recebe mãe enfermeira com uma surpresa nova todo dia após o trabalho

Ela disse que o coronavírus era "perigoso e com risco de vida", mas o surto de Covid-19 também fez as pessoas se concentrarem em saneamento, higiene e adotarem outros bons hábitos . "A equipe do hospital também começou a chamar os bebês de Corona e Covid, e decidimos chamá-los (assim) após a pandemia", acrescentou.

Os gêmeos nasceram no Hospital Memorial Dr. Bhim Rao Ambedkar, na capital do estado, Raipur. O casal, originalmente de Uttar Pradesh, vive em uma casa alugada na área de Purani Basti da cidade.

Você viu?

Eles disseram que os nomes os lembrariam das dificuldades que enfrentaram durante o bloqueio. O bloqueio na Índia manteve efetivamente 1,3 bilhão de indianos em casa em todas as viagens, exceto as essenciais, a lugares como mercados ou farmácias.

Epidemia na Índia

Houve mais de 3.000 casos confirmados de coronavírus em todo o país, incluindo 86 mortes. Especialistas em saúde ainda dizem que o país pode estar a semanas de distância de uma onda que irá sobrecarregar seu sistema de saúde pública, que já está saturado.

O primeiro-ministro Narendra Modi ordenou um bloqueio de três semanas em todo o país em 24 de março para impedir a propagação do vírus.

No Rio, um em cada sete casos de Covid-19 em idosos resulta em morte

O primeiro-ministro afirmou à época que o confinamento era necessário para evitar uma catástrofe humanitária , mas trouxe mais dificuldades aos pobres. Muitos perderam o emprego, as famílias estão com pouca comida e os abrigos para sem-teto estão transbordando.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários