Tamanho do texto

Cerca de 12 pequenos ‘sacos’ de esperma, semelhante a ovos de insetos, ficaram alojados na língua e na gengiva da idosa; paramédicos afirmaram que caso se deu pela ingestão da lula crua sem a remoção de seus órgãos internos

Idosa de 63 anos ficou com a língua infestada com o espermatozoide da lula após consumi-la  crua e com órgãos internos
Reprodução/Mirror
Idosa de 63 anos ficou com a língua infestada com o espermatozoide da lula após consumi-la crua e com órgãos internos

Uma mulher sofreu sérias lesões orais após comer uma lula crua na Coreia do Sul. De acordo com informações do Mirror , a idosa de 63 anos, que não teve a identidade divulgada, ficou com a língua infestada com o esperma do molusco, foi socorrida e encaminhada a um hospital.

Leia também: Homem fica com berinjela de 30 cm alojada no intestino e é socorrido na China

Um relatório desenvolvido pelo Jornal de Parasitologia informou que 12 pequenos ‘sacos’ brancos de esperma, semelhante a ovos de insetos, ficaram alojados na língua e na gengiva da sul-coreana. Segundo a equipe médica, isso ocorreu pela ingestão da lula crua sem a remoção de seus órgãos internos.

Os corpos estranhos inseminados na boca da mulher são chamados de espermatóforos, ou seja, ‘capsulas’ cheias de espermatozoides, que, neste caso, pertenciam a espécie Todarodes Pacificus , popularmente conhecida como lula voadora japonesa, comum em áreas que rodeiam Japão, China e costa sul do Alasca.

Lula não estava higienizada

A mídia local explicou que a coreana não realizou a higienização necessária antes de consumir a carne e que, depois de comer, sentiu a boca 'sendo perfurada', o que lhe causou uma sensação de formigamento.

Leia também: Mulher tem infecção ocular ao ser atingida por uma misteriosa 'chuva de cocô'

Devido à ingestão descuidada, os espermatóforos permaneceram vivos, se instalando na língua e na gengiva dela, que só procurou ajuda médica dias depois.  

 “Ela nos contou que sentiu como se 'percevejos' estivessem mordendo sua boca. A sensação de desconforto foi imediata, o que a fez cuspir a refeição. Porém, mesmo sem ter engolido, os organismos penetraram sua mucosa oral”, explicaram os paramédicos.

Os pesquisadores da Pathology International ressaltaram que casos semelhantes já aconteceram anteriormente. Um exemplo foi o ocorrido em 2011 com uma jovem de 21 anos, que foi parar no hospital após ingerir o órgão sexual de um molusco.

Leia também: Chinesa tenta arrancar língua de ex-namorado durante 'beijo de despedida'

Os estudiosos alegaram que a japonesa comeu o ‘quarto braço’ direito de um macho adulto de Todarodes Pacificus , que serve como órgão genital do animal. “Usando essa espécie de braço, a lula pega a bolsa de esperma que sai de seu 'pênis' e a pressiona contra o corpo de uma fêmea. Todo esse processo é autônomo, o que significa que o órgão sexual do animal é propenso a disparar sem qualquer decisão consciente”, concluíram.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.