Tamanho do texto

Aril fazia performances com répteis perigosos com o objetivo de arrecadar dinheiro para organizações que ajudam vítimas de desastres ambientais

Após ser picado por sua cobra de estimação, o adolescente pediu ajuda na internet, porém, acabou falecendo
Reprodução/AsiaWire
Após ser picado por sua cobra de estimação, o adolescente pediu ajuda na internet, porém, acabou falecendo


Um adolescente de 14 anos morreu após ser picado por sua cobra de estimação. De acordo com o portal Daily Mail , o garoto estava sozinho em casa no momento do incidente e, em busca de ajuda, publicou uma foto de seu ferimento nas redes sociais. Ele faleceu menos de 12 horas depois da mordida.

Leia também: Cama para quê? Casal é flagrado fazendo sexo em cima de estátua de ovelha

O garoto, identificado apenas como Aril, foi picado logo após dar um banho no animal, enquanto tentava tirar uma foto de sua cobra , no dia 11 de dezembro. Morador da regência de Badung, na Indonésia, ele estava sozinho e não sabia o que fazer com o ferimento. Foi quando teve a ideia de publicar fotos do machucado nas redes sociais em busca de ajuda.

“As fotos do Aril não eram para exibir [seu ferimento], mas para pedir ajuda aos seus amigos”, declarou a mãe do adolescente, Neuis Marpuah. Cerca de uma hora depois, um de seus amigos o levou para o hospital, porém, os procedimentos de emergência não foram o suficiente para salvar sua vida.

O garoto era dono de dezenas de outras cobras, sendo também muito conhecido na região por seu trabalho voluntário. Ele era um membro muito ativo de uma ONG que realizava performances com répteis perigosos, tudo com o objetivo de arrecadar dinheiro para instituições de caridade que ajudam vítimas de desastres naturais.

Ataques animais

Recentemente, outro ataque animal gerou muita comoção na internet. Desta vez, a tratadora Nadezhda Srivastava, do zoológico da cidade de Kaliningrado, na Rússia, foi brutalmente atacada por um tigre siberiano . A agressão aconteceu quando a vítima se preparava para alimentar o felino.

De acordo com o site britânico  Daily Mail , uma investigação vai apurar as causas do incidente, mas as primeiras análises apontam que o tigre, chamado de Tufão, ultrapassou a área de segurança, acidentalmente, depois que a sua tratadora Nadezhda Srivastava deixou o portão aberto no momento em que levava comida para o animal. 

Leia também: "Papai Noel do crime" fica preso em chaminé ao tentar assaltar loja nos EUA

A vítima foi levada às pressas em estado crítico para o hospital, mas diferente do caso da cobra, não corre risco de morte. O marido de Nadezhda Srivastava, o médico Nitesh Srivastava, revelou que a esposa estava "estável" em terapia intensiva e que teve "fraturas múltiplas". O homem agradeceu pelo apoio das pessoas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.