Tamanho do texto

A redação do canal "9 News" recebeu uma visita inesperada na tarde da última segunda-feira (31), quando uma cobra foi encontrada por jornalista

A jornalista Kate Limon publicou em seu Twitter um vídeo com a cobra
Reprodução/Twitter Kate Limon
A jornalista Kate Limon publicou em seu Twitter um vídeo com a cobra "invasora", que estava atrás de um computador


A redação do noticiário “9 News” da cidade de Darwin, na Austrália, recebeu um visitante inesperado: uma cobra. O réptil foi encontrado na última segunda-feira (31) atrás de um dos computadores do escritório, e celulares atentos filmaram o momento em que a “surpresa” foi localizada.

Leia também: Impressionante! Crocodilo gigantesco arrasta vaca decapitada em rio na Austrália

Um dos editores de vídeo trabalhava tranquilamente quando percebeu uma movimentação estranha em sua mesa. Ao prestar mais atenção, o funcionário percebeu que havia uma cobra atrás de seu computador, e logo chamou uma "especialista" para capturar o réptil. Confira:


Na filmagem, podemos ver Alexia, produtora do noticiário da TV, equipada com um pedaço de arame enquanto se prepara para apanhar o animal. Aos poucos, ela passa a usar as próprias mãos para domar o réptil, e surpreendentemente, a produtora mantém a expressão calma e sóbria mesmo quando encontra dificuldades para realocar a “intrusa” em uma bolsa. Isso porque Alexia já teve que capturar vários animais do gênero nas imediações de sua casa.

De acordo com o portal “ABC”, acredita-se que o animal é uma píton-carpete, uma serpente não-venenosa nativa da Austrália , que pode chegar aos 3,5 metros de comprimento.

Leia também: “Não façam em casa, crianças”! Mulher tira cobra de estrada com as próprias mãos

Brincadeiras jornalísticas

As imagens foram publicadas no Twitter de Kate Limon, diretora da redação do jornal, que ainda brincou “Ei, 'The NT News', portal de notícias australiano, vocês podem colocar esses animais na sua home, mas nós podemos vê-los ao vivo em nossa redação”.

O portal, por sua vez, não perdeu tempo e também usou o Twitter para responder: "nenhuma cobra chega perto do nosso escritório, os crocodilos as mantêm distantes".


Leia também: Enrolada em sua cobra de estimação, menina de quatro anos assiste à TV; veja