Tamanho do texto

Se você está sem dinheiro para fazer um churrasco no próximo domingo, uma rápida olhada no seu telhado pode ser a melhor das soluções para o problema

A linguiça pertence a uma empresa do estado do Alabama, que não faz ideia do que seja a carne
Reprodução/WPLG
A linguiça pertence a uma empresa do estado do Alabama, que não faz ideia do que seja a carne


Coisas estranhas acontecem na Flórida, e entre homens pelados que urinam em viaturas e policiais que não sabem diferenciar cocaína e pó de construção, os mistérios vão intrigando a população do ensolarado estado americano. Dessa vez, a atenção está na chamada “linguiça voadora”, que aterrissou no telhado de uma casa na cidade de Deerfield Beach.

Leia também: Homem vai preso após policiais confundirem pó de construção com cocaína

A família Adair dormia tranquilamente, no início desta semana, quando um forte barulho no telhado acordou a todos. De início, eles acreditaram que o ruído fosse um trovão, mas, pela manhã, quando encontraram cinco pacotes de carne congelada por todo o quintal, decidiram verificar o topo da casa e encontraram mais três embalagens de linguiça entre as telhas.

Os pacotes contam com inscrições que poderiam ajudar a compreender a origem dos produtos, mas a leitura dos rótulos só deixa a história ainda mais cabeluda: letras garrafais informam que a carne italiana não deveria ser comercializada de jeito nenhum.

Leia também: Pelado, homem chuta duas viaturas e é preso após prejuízo de US$ 2 mil à polícia

Teorias conspiratórias

Até agora, ninguém conseguiu explicar como a carne – um total de seis quilos – foi parar no telhado, mas cada membro da família tem uma opinião distinta. Para Jennie Adair, só existem duas explicações plausíveis: os pacotes caíram de um avião ou têm alguma coisa a ver com tráfico de drogas.

Travis Adair, por sua vez, acredita que a carne pode representar perigo para os Estados Unidos: os pacotes seriam, na realidade, mísseis da Coreia do Norte. Austin Adair – filho de Jennie e Travis – está cético quanto às teorias dos pais, e resolveu ligar para a empresa cujo nome está estampado nos pacotes.

Austin Adair subiu no telhado de sua casa e encontrou pacotes de linguiça
Reprodução/WPLG
Austin Adair subiu no telhado de sua casa e encontrou pacotes de linguiça


Localizada no Alabama, a William Land Service foi questionada, e segundo Austin: “eles não faziam a menor ideia do que eu estava falando. É provável que ele tenha achado que eu estava louco”, detalhou segundo o portal “Toronto Sun”.

Ao "New York Post",  Garnet e Donnis Williams, o casal que administra a empresa, contou que a história é engraçada, mas eles não são os donos dos pacotes de linguiça . Assim, a história continua sem conclusão. Mais um mistério para Flórida.

Leia também: Ladrão desastrado tenta roubar loja de conveniências e se dá mal; veja o vídeo

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.