Uma infestação de baratas fez passageiros entrarem em pânico no Paquistão
Reprodução/Daily Star
Uma infestação de baratas fez passageiros entrarem em pânico no Paquistão


Algumas coisas inesperadas podem acontecer quando se está a mais de 10 mil metros de altitude. No entanto, apesar de não ser a primeira coisa que pensamos ao descobrir que passageiros entraram em pânico em pleno voo, uma infestação de baratas foi exatamente o que aconteceu no Paquistão.

Leia também: Família procura babá para trabalhar em casa mal-assombrada e pagará R$ 200 mil

No começo do ano, o passageiro Mohammad Jamil resolveu filmar a infestação de  baratas  no avião da Pakistan International Airlines, conhecida como PIA. Revoltado com a situação, ele postou o vídeo nas suas redes sociais, e imediatamente, as imagens viralizaram no Paquistão. Confira a filmagem, reproduzida pela página  Pearl Pakistan , no Facebook:


No vídeo, vemos os insetos caminhando livremente por entre as poltronas, e podemos ouvir quando Jamil discute com um membro da equipe sobre as surpresas que encontrou em seu assento.

Por mais que a cena seja chocante, não foi a primeira vez que a companhia asiática teve seu nome associado a péssimas condições de higiene.

Você viu?

No ano passado, um inseto da mesma espécie foi encontrado morto dentro da comida servida em um dos voos; e mais repulsivo ainda foi o caso do passageiro Rahul Raghuvanshi, que estava terminando sua refeição quando viu o pequeno animal em seu prato.

Revoltado com as baratas, um dos passageiros resolveu filmar a caótica situação e viralizou nas redes sociais
Reprodução/Daily Star
Revoltado com as baratas, um dos passageiros resolveu filmar a caótica situação e viralizou nas redes sociais




Insetos em lugares indesejados

Associados a más condições de higiene ou não, estes animais às vezes entram onde não deveriam estar. Foi o que aconteceu com uma mulher, que reclamava de dores de cabeça, e que fez uma descoberta bizarra quando foi ao médico: havia um inseto vivo rastejando dentro do seu crânio .

Selvi, de 42 anos, contou que sofria com uma sensação de queimação na área entre os olhos, quando médicos descobriram a causa para a dor, ou seja, o inseto.

De acordo com o portal Daily Mail , a mulher foi submetida a um procedimento delicado com duração de 45 minutos para a retirada da barata, no qual foram usadas pinças e feita uma sucção. Caso tivesse ignorado a sensação, o animal provavelmente teria morrido após pouco tempo dentro de seu crânio, o que provocaria uma infecção.

Leia também: Em 'momento de fúria', homem pelado invade antiquário e destrói loja nos EUA 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários