Rishi Sunak é o principal candidato para a sucessão de Boris no Reino Unido
Divulgação/Rishi Sunak
Rishi Sunak é o principal candidato para a sucessão de Boris no Reino Unido

A nova votação para eliminar um dos cinco candidatos a suceder o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson , terminou nesta segunda-feira (18) com a exclusão do deputado centrista Tom Tugendhat da disputa.

O ex-secretário do Tesouro britânico Rishi Sunak se manteve na liderança da corrida pelo cargo de premiê, com 115 votos, 14 a mais que no segundo escrutínio.

Na sequência aparecem a ex-secretária de Defesa Penny Mordaunt, com 82 (-1); a secretária de Relações Exteriores, Liz Truss, com 71 (+7); e a ex-ministra da Igualdade Kemi Badenoch, com 58 (+9).


Os resultados sugerem que Sunak está pronto para fazer o segundo turno com um dos dois candidatos que enfrentarão uma votação de membros mais amplos do Partido Conservador para se tornar líder - e primeiro-ministro - em setembro.

No entanto, o cenário ainda pode mudar dependendo de quem os apoiadores de Tugendhat escolherem apoiar. Antes do escrutínio, os aliados do deputado já esperavam que ele fosse eliminado porque seria improvável herdar muitos apoiadores da candidata que foi excluída anteriormente, Suella Braverman.

As próximas votações acontecem nesta terça (19) e quarta (20), quando os deputados "tories" vão decidir os dois candidatos finais.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários