Presidente Jair Bolsonaro (PL)
Foto: Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro (PL)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que espera receber a visita de quatro líderes árabes no Brasil ainda neste ano, entre eles o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, acusado de ter ordenado o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi em 2018.

Em discurso no Fórum Econômico Brasil e Países Árabes, o presidente ressaltou que foi para a região do Golfo duas vezes em seu mandato e está trabalhando para receber, além do príncipe da Arábia Saudita, o Emir do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani, o rei do Bahrein, Hamad bin Isa Al Khalifa, e o novo presidente dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed bin Zayed Al Nahyan.

"Estamos trabalhando para receber ainda neste ano visitas do Emir do Qatar, rei do Bahrein, príncipe herdeiro da Arábia Saudita e no novo presidente dos Emirados Árabes Unidos", disse o presidente.

O convite a Mohamed bin Salman, da Arábia Saudita, foi feito em novembro de 2021, quando o príncipe Faisal bin Farhan al-Saud visitou o Brasil. A visita do príncipe herdeiro chegou a ser prevista para março e maio, mas acabou adiada.

Bolsonaro afirmou que o governo tem como objetivo concluir acordo com os países árabes que evitem a dupla tributação e facilitem investimentos. O presidente também ressaltou a parceria no setor de alimentos.

"Em momento no qual a comunidade internacional busca soluções para garantir a segurança alimentar do mundo, o elo entre Brasil e mundo Árabe se fortalece. Nem diante dos desafios impostos pela pandemia, deixamos de desempenhar o nosso papel no fornecimento de alimentos", disse o presidente.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários