Joseph Borrell, chefe da diplomacia da UE
Flickr/Parlamento Eurupeu
Joseph Borrell, chefe da diplomacia da UE

Nesta segunda-feira (20), o chefe da diplomacia da União Europeia (UE), o espanhol Josep Borrell, disse que o bloqueio russo das exportações de grãos ucranianos é um "verdadeiro crime de guerra".

“Não se pode imaginar que milhões de toneladas de trigo permaneçam bloqueadas na Ucrânia enquanto no resto do mundo as pessoas passam fome”, disse Borrell a jornalistas.

Borrell estava em reunião com chanceleres dos países-membros da UE para discutir a liberação das toneladas da safra ucraniana retidas no país em meio ao conflito com a Rússia.

O diplomata também refutou recentes alegações de Moscou de que a culpa pela iminente crise alimentar global estaria nas sanções aplicadas pelo Ocidente.

"Nossas sanções não visam alimentos, nem fertilizantes; qualquer pessoa que queria comprá-los da Rússia pode, sem obstáculos", afirmou. "O problema vem do bloqueio russo de grãos ucranianos."

Até o momento, foram falhas todas as tentativas de escoar a safra ucraniana retida no país.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários