Moradores buscam água em poço em Mariupol
Arquivo Pessoal/ Anna Hrechkina
Moradores buscam água em poço em Mariupol

A cidade de Mariupol, no Sul da Ucrânia, destruída por bombardeios após a invasão militar da Rússia, corre o risco de enfrentar um grande surto de cólera. O alerta foi feito pela Ministério da Defesa do Reino Unido nesta sexta-feira.

Casos isolados da doença foram registrados desde maio, mas a situação deve piorar porque a Rússia apresenta dificuldades de oferecer serviços públicos básicos em territórios ocupados, onde o acesso a água potável também é inconsistente, conforme o relatório da Inteligência.

O governo inglês destaca ainda que a Ucrânia enfrentou uma epidemia de cólera em 1995 e registrou poucos casos desde então, especialmente na região costeira do Mar de Azov, que incluiu Mariupol. Um novo surto poderia piorar ainda mais a situação do sistema de saúde que já está a beira do colapso.


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários