Carro atropela multidão em Berlim
Reprodução/Twitter @guyelster
Carro atropela multidão em Berlim

O Ministério Público da Alemanha excluiu a hipótese de terrorismo no atropelamento que matou uma pessoa em Berlim na última quarta-feira (8) .

Segundo o porta-voz da Procuradoria, Sebastian Buchner, o ato foi "proposital", mas o motorista, um alemão de 29 anos de idade, sofre de esquizofrenia paranoide, condição que causa alucinações e sensação de perseguição.

Detido pela polícia logo após o ataque, o agressor será internado em um hospital psiquiátrico.

O atropelamento ocorreu a poucos metros da Breitscheidplatz, praça onde o tunisiano Anis Amri lançou um caminhão contra o público de um concorrido mercado de Natal em 19 de dezembro de 2016, matando 12 pessoas.

A única vítima do incidente da última quarta é uma professora de 51 anos que participava de uma excursão escolar. Sete estudantes ainda estão internados em hospitais da capital alemã.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários