Onda de calor extrema atinge índia e Paquistão
Reprodução: pixabay
Onda de calor extrema atinge índia e Paquistão

Uma onda de calor que atinge a Índia e o Paquistão já resultou em pelo menos 90 pessoas mortas, de acordo com as autoridades locais. As temperaturas elevadas começaram a ser registradas ainda no fim de abril, quando os termômetros chegaram a marcar 50º.

As áreas mais afetadas pelo calor ficam no norte da Índia e no sul do Paquistão. A situação climática extrema também provocou incêndios florestais em território indiano e inundações após fortes chuvas. E ainda causou problemas para a oferta global de trigo, com perdas na safra do cereal.

"As pessoas no sul da Ásia estão acostumadas a algum nível de temperaturas quentes", disse Roop Singh, consultor de risco climático do Centro Climático do Crescente Vermelho da Cruz Vermelha, à agência Reuters. "Mas quando chega a 45°C ou mais, fica muito difícil realizar atividades regulares", acrescentou.

Mudanças climáticas

Nesta segunda-feira, um relatório da World Weather Attribution (WWA) afirmou que uma onda de calor na região tem 30 vezes mais chance de acontecer por causa das mudanças climáticas. A WWA é uma colaboração internacional de pesquisa que trabalha para medir o quanto as mudanças climáticas impactam em eventos específicos.

De acordo com os cientistas, essa frequência tende a aumentar na medida em que as temperaturas globais continuem a subir.

"Em um mundo 2°C mais quente, um evento que ocorria uma vez em 100 anos agora pode ter a frequência de uma vez em 5 anos", explicou a hidroclimatologista Arpita Mondal, do Instituto Indiano de Tecnologia de Bombaim.

Para realizar a análise, os cientistas compararam os dados de temperatura para os meses de março e abril de várias décadas com as condições que poderiam estar neste momento sem as mudanças climáticas, com base em simulações de computador.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários